Como lidar com o câncer na juventude?

Cada um reage ao diagnóstico de câncer de uma maneira diferente, mas o fato de que este é um momento muito difícil é comum para todos. Independentemente da idade, da religião, do sexo ou da cultura, o câncer vem para mudar perspectivas de forma permanente.

Se você é jovem, então, essas mudanças parecerão ainda maiores! Uma vida repleta de compromissos, de festas, estudos e preocupações com o futuro terá o agora como foco principal. Sim, muita coisa mudará. Seus pensamentos, sua rotina, suas motivações.

Diante de tudo isso, é importante manter a esperança, a consciência de que não existem culpados, não existem motivos para o câncer estar ali. Ele apenas está. E deve ser curado!

Afinal, você quer sua vida de volta, não quer?

Não existe, exatamente, uma maneira certa ou errada para lidar com o câncer, mas algumas atitudes podem aliviar um pouco o caminho através dele. Confira!

Lembre-se:

– Não é sua culpa: o câncer pode ter causas que nem os médicos conhecem. Não se culpe;

– Muitos jovens sobrevivem ao câncer: com o avanço da medicina, a cura do câncer é uma realidade para muitas pessoas;

– Há outros jovens com câncer por aí: buscar grupos de ajuda e acolhimento pode ser uma ótima escolha;

– Tenha esperança: por piores que as coisas estejam, tenha esperança e se agarre a ela. Ninguém pode tirar isso de você.

Efeitos do tratamento

O tratamento pode levar a uma série de efeitos indesejados em seu corpo, como perda de cabelo, ganho ou perda de peso, cansaço e falta de energia, vômitos e náuseas, mudanças no sono e falta de concentração. Por pior que eles pareçam, tenha em mente que, assim que o tratamento terminar, todos esses efeitos desaparecerão.

Há alguns efeitos que podem persistir mesmo depois de acabado o tratamento. Nestes casos, a melhor coisa a se fazer é ter uma conversa honesta e direta com seu médico antes de iniciar o tratamento, pois ele te passará todas as informações necessárias e você poderá decidir conjuntamente com ele qual a melhor atitude a tomar.

Mudanças na aparência

De uma forma ou de outra, durante o tratamento, seu corpo irá mudar. Isso pode causar uma série de sentimentos, como perca da autoestima, timidez, frustração, raiva, preocupação, etc. Neste caso, algumas mudanças de atitude podem fazer toda a diferença:

– Transforme seu visual: sempre quis usar certo tipo de roupa que antes não podia, ou fazer uma tatuagem? Então agora é o momento de experimentar. Perucas também são uma ótima ideia;

– Foque em outra coisa além da aparência: beleza é um detalhe. Mostre que você é uma pessoa interessante e boa de conversa. Se apoiar nisto, em vez da aparência vai te deixar muito mais bonita(o);

– Fale: deixe claro para sua família, equipe médica e amigos o quanto está preocupada(o) com sua aparência;

– Trata seu corpo com respeito: coma bem, se possível pratique exercícios, e durma bem;

– Você é a(o) mesma(o): seus interesses, talentos e personalidade continuam os mesmos. Você não é seu câncer.

Obtenha suporte

Você não tem que passar pelo tratamento e pós-tratamento sozinho. Pais, irmãos, amigos, professores, conselheiros, equipe médica, grupos de suporte on-line e líderes religiosos são uma ótima fonte de apoio. Mesmo que não possam colocar-se em seu lugar, eles certamente serão uma fonte de conselho e otimismo, fazendo com que você fique cada vez mais forte.

http://www.kimeo.com.br/wp-content/uploads/2017/03/como-lidar-com-o-c%C3%A2ncer-na-juventude.jpg

Saiba mais

Meu emocional pode interferir no tratamento? p {padding-bottom: 2%;} Muitas dúvidas e sentimentos passam por nossa cabeça após o diagnóstico: como será a vida daqui para frente, como lidar com a doença e como falar para a ...
O que fazer quando as chances de cura são pequenas? p {padding-bottom: 2%;} Receber o diagnóstico não é (nada!) fácil. Mas, saber que as chances de cura são pequenas pode ser devastador. Desapontamento, desesperança, até desesper...
Como ajudar outras pessoas durante o meu tratamento e após a... p {padding-bottom: 2%;} Diferentes pessoas têm diferentes reações após o diagnóstico do câncer. Mas o que deve ser comum a todas é o otimismo e a esperança, enquanto ainda exist...
Entenda como funcionam os grupos de apoio Participar de grupos e instituições de apoio pode ajudar muito durante o tratamento, principalmente no começo, logo após o diagnóstico, pois é a fase em que o paciente tem mais dúv...

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *